09 março 2011

Breves sobre António Aragão


Capa do catálogo-antologia "Concreta. Experimental. Visual" (1989),
com um poema visual de António Aragão de 1963.



Poesia Experimental Portuguesa
na Colecção da Fundação de Serralves



23 de Fevereiro a 16 de Abril de 2011 - BIBLIOTECA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM

«A partir de meados da década de 60, um grupo de artistas e poetas portugueses configuram, a partir da Poesia Visual, um momento de ruptura que redefine os conceitos de texto e de objecto artístico, fazendo coincidir um discurso poético com um discurso político e com a elaboração conceptual do espaço e dos objectos como transformadores da percepção e da sociabilidade.

A presente exposição recupera e apresenta obras paradigmáticas desta intervenção experimental, realizada entre a década de 60 e a década de 80. Entre outros autores serão apresentadas obras de: Ana Hatherly, António Aragão, António Barros, Ernesto Melo e Castro, Fernando Aguiar, Salette Tavares e Silvestre Pestana.»

Comissariado: João Fernandes.








Fernando Aguiar na Madeira


Fernando Aguiar inaugurou no dia 4 de Março a sua primeira exposição na Madeira (“Art actions again“), a qual foi acompanhada pela sua performance “Poesia sonora LXXXVIII”. Fernando Aguiar é, na actualidade, um dos artistas mais activos da Poesia Experimental Portuguesa, sendo um admirador e grande amigo de António Aragão. A sua presença na Madeira deve-se à Galeria dos Prazeres, após sugestão de Marcos Aragão Correia.




Sem comentários:

Publicar um comentário