30 setembro 2016

Diário de Notícias Madeira: Projecto Aragão vai apoiar Cultura

Projecto Aragão vai apoiar Cultura


A família de António Aragão, um dos mais importantes vultos das Artes portuguesa, vai lançar o projecto cultural ‘In Memoriam António Aragão’, que visa apoiar a cultura na Madeira principalmente nas áreas em que trabalhou, de modo a perpetuar a sua memória e obra.
Conforme noticiou ontem o DIÁRIO no dnoticias.pt, o projecto irá não só desenvolver actividades, mas também irá apoiar madeirenses talentosos a serem conhecidos nacional e internacionalmente, destacando-se as áreas da poesia experimental, artes plásticas contemporâneas, artes plásticas etnográficas, conservação do património cultural material e imaterial da Madeira e história da Região.
Numa primeira fase serão promovidos concursos nas diferentes áreas em que António Aragão trabalhou, a que se poderão candidatar todos os residentes na Madeira com trabalhos inéditos. Os prémios e menções honrosas serão atribuídos por um júri e consistirão num valor em dinheiro e na publicação, com divulgação nacional e internacional, das obras premiadas. Numa segunda fase, e com o desenvolvimento das actividades da Associação, constituir-se-á também uma bolsa de estudo dirigida a madeirenses, mediante concurso de selecção por júri.
Para os concursos de 2017 será presidente do júri o professor doutor Rui Manuel Ferreira Leite Soutelo Torres, docente da Universidade Fernando Pessoa.
Marcos e Anabel Aragão Correia explicam que as actividades serão financiadas com dinheiro proveniente da venda do espólio artístico de António Aragão à CMF.
A primeira grande actividade da ‘In Memoriam António Aragão’ para 2017 será um concurso literário para obras inéditas de poesia experimental, da autoria de madeirenses.
Mais informações em www.aragao.org. j.f.p.

in Diário de Notícias Madeira, 30 de Setembro de 2016
http://www.dnoticias.pt/impressa/diario/613666/5-sentidos/613730-projecto-aragao-%07vai-apoiar-cultura

António Aragão confraternizando numa Bienal Internacional de Poesia Experimental no México, em 1990. À sua direita, os poetas (seus amigos) Fernando Aguiar (Lisboa) e César Espinosa (Cidade do México).

Sem comentários:

Publicar um comentário