03 maio 2018

Actualização: Processo penal sobre o desaparecimento do Espólio Artístico do Dr António Aragão


Na sequência da denúncia criminal apresentada pelo único filho e herdeiro do Dr António Aragão, Dr Marcos Aragão Correia, contra o actual presidente da Câmara Municipal do Funchal Paulo Cafôfo e contra o leiloeiro Ricardo Silva, por suspeita fundada da prática dos crimes de corrupção e prevaricação, o Ministério Público deu início à devida investigação criminal, estando esta a cargo da 2ª Secção do Funchal do Departamento de Investigação e Ação Penal, com o número de processo 2242/17.0T9FNC. Nesta sequência, o Dr Marcos Aragão Correia constituiu seu Advogado o seu Colega Dr Américo Silva Dias, com escritório forense no Funchal, tendo já sido requerida por este a sua constituição como Assistente no respectivo processo.
Para mais informações sobre a denúncia criminal, por favor consultar os seguintes links:

Sem comentários:

Enviar um comentário